Peelings Químicos

Os peeling químicos são tratamentos indicados para rejuvenescimento facial e remoção de manchas e rugas finas na pele. Alguns fatores são levados em consideração para se indicar o tratamento:

a) Irregularidade da pele e sua causa: seqüela de espinhas, varíola, cicatrizes leves, micro-sulcos, etc.

b) Tipo étnico do(a) paciente: as pessoas de pele morena ou orientais são mais propícios às complicações tipo "manchas". Dai, a menor incidência de sua indicação em países tropicais (Brasil, etc.).

c) Tipo de atividade profissional do(a) paciente.

d) Presença de fatores locais que contra-indiquem o ato (barba irritável, espinhas ativas, irregularidade na superfície cutânea muito acentuada, presença de discromias em outras áreas, cicatrizes inestéticas, etc.)

e) Motivação do (a) paciente.

A abrasão poderá ser indicada em 1 ou mais sessões , com intervalos variáveis de acordo com o caso.Poderá ser realizada sob anestesia local ou geral (abrasão mecânica), ou mesmo sob sedação (abrasão química).

Durante um período de 2 meses, deverá ser evitada a exposição ao sol, a fim de se evitar o aparecimento de manchas na pele. Atualmente quase não se indica a abrasão da face simultaneamente à cirurgia do rejuvenescimento. Geralmente se recomenda um intervalo de 30 dias entre uma conduta e outra. Raros casos (micro-sulcos peribucais) são feitos simultaneamente.Tratando-se de conduta que exige o esclarecimento de detalhes sobre o resultado a ser oferecido, normalmente solicita-se dos (as) pacientes que exponham todas suas dúvidas durante a primeira consulta. A relatividade do resultado deverá ser assumida, para fins de decisão da intervenção, pelo(a) próprio(a) paciente, juntamente com seu cirurgião.